segunda-feira, 24 de julho de 2017

CAMPEONATO DE ANDEBOL 2017/2018

 
O Belenenses começa com uma deslocação ao recinto do Boa Hora, no dia 2 de Setembro.
 
Espero que nesta época se inverta o rumo descendente que, desde 2009/2010, e não por acaso, temos trilhado.
 
Vamos acreditar que em 2016 se bateu no fundo, e agora a tendência já seja para melhorar, embora a pouco e pouco.
 
Oxalá que em breve possamos prescindir de emprestados - ou cedidos, que para mim é um eufemismo que nada muda. Sei, porém, que o dinheiro não abunda e que as dificuldades são muitas.
 
 

segunda-feira, 17 de julho de 2017

MAIS JOGOS DA PRÉ-ÉPOCA (novamente actualizado)

Varzim, 0 - Belenenses, 2 (golos de Diogo Viana e Juanto, este de g.p.)
 
Vit. Guimarães, 4 - Belenenses, 1 (golo de Juanto)

1ª de Dezembro, 2 - Belenenses, 3 (golos de Diogo Viana, Chaby e Tiago Caeiro)
 
Belenenses, 4 - 1º de Dezembro, 0 (golos de Maurides, Jesus Hernandez, Juanto e Tiago Caeiro)
 
 
 

sexta-feira, 14 de julho de 2017

JOGOS DA PRÉ-ÉPOCA ATÉ AGORA

Sporting b, 1 - Belenenses, 2 (golos de Maurides e Agrelos)
 
Sporting, 1 - Belenenses, 1 (golo de André Sousa)
 
Braga, 1 - Belenenses, 2 (golos de Chaby e Maurides) - Troféu cidade de Melgaço
 
 

segunda-feira, 26 de junho de 2017

MORREU FÉLIX MOURINHO

Morreu Mourinho, o Pai, o Félix, nosso guarda-redes entre 1968 e 1974, pelo meio também nosso (com Homero Serpa) e mais tarde treinador. Foi Vice Campeão Nacional pelo Belenenses em 1973, nos tempos do Major Baptista da Silva e de Scopelli. E aqui chegou a Internacional A (no seu anterior clube, o Vitória de Setúbal, ganhou uma Taça de Portugal).
 
Que saudades desses tempos, em que, para mim, todos os sonhos eram possíveis ao Belenenses.
 
Lamentando a morte de Félix Mourinho, lamento também como vamos morrendo... sempre alegrezinhos, sempre prontos a aplaudir o medíocre e pequenino. E prontos a acabar com mais do que vai restando.
 
 
 
 

FUTEBOL DE PRAIA

Por carolice de alguns, remando mesmo contra a maré, o Belenenses foi Campeão Nacional de Futebol de Praia em 2012. Foi a última vez que gritei "Campeões, campeões, nós somos campeões"!
 
Com a mesma carolice, ainda fomos à Liga dos Campeões da modalidade. Internamente, houve escasso apoio.
 
Cinco anos depois, contamos por derrotas os jogos disputados no Campeonato Nacional. Não me admira que seja mais uma modalidade a terminar, com muita malta a aplaudir, porque assim não passamos vergonhas...
 
Mas, pelos vistos, interessa é fazer graçolas...
 
 

domingo, 25 de junho de 2017

EDGAR IÉ MARCA NO EUROPEU DE SUB-21

Edgar Ié marcou, de cabeça, o primeito golo da vitória de Portugal sobre a Macedónia, por 4-2, no Campeonato Europeu de sub-21.
 
Infelizmente, por uma diferença de um golo - e com mãozinha de árbitro de um país que era concorrente directo -, a nossa selecção ficou afastada das meias-finais.
 
Edgar Ié foi tiular em todos os três jogos (veja-se publicação anterior) e, globalmente, esteve entre o lote restrito dos melhores. Além disso, tornou-se o primeiro jogador do Belenenses a marcar numa fase final deste escalão.
 
 

quarta-feira, 21 de junho de 2017

EDGAR IÉ MUITO BEM NO CAMPEONATO DA EUROPA DE SUB-21

Pode parecer que não, aliás há muito malta que não liga a isso e nem tem memória, mas passaram-se 11 anos desde que o Belenenses tinha tido pela última vez um jogador nestas andanças: Rolando, em 2006, num momento de tristeza (descida / não descida - caso Mateus ) e para mim traumático.
 
Agora, na presente Fase final do Campeonato da Europa de sub-21, Edgar Ié cotou-se, em ambos os jogos já realizados (Portugal, 2 - Sérvia, 0 e Portugal, 1 - Espanha, 3) como um dos melhores com a camisola das cinco quinas, sendo talvez até o melhor no conjunto dos dois jogos.
 
Entretanto, como outro sinal da decadência, vão 14 anos e tal desde a última internacionalização de um jogador do Belenenses, que foi o Neca. Neste entretanto, só dois foram convocados mas não jogaram: o mártir Ventura e o emprestado Rui Fonte (que para mim, portanto, não conta *).
 
Ainda pior: a última presença Azul num jogo oficial da selecção A, remonta a Janeiro de 1990 (Adão - não o da Eva, claro...- também não foi assim há tanto, tanto tempo...). Vinte sete anos mais uns trocos! E falo de um clube - o nosso - que num período, chegou a ser o que maior acúmulo de representações tinha entre todos os clubes; e que teve 16 anos o jogador com mais internacionalizações (Augusto Silva)
 
A nossa decadência não tem paralelo em Portugal :-(
 
* A propósito de respeito pelos adeptos, há quase 30 anos que sou desrespeitado (às vezes gozado) na questão dos emprestados...
 
 

terça-feira, 20 de junho de 2017

GOLEADORES 2016/2017 (CONCLUÍDO)

FUTEBOL
 
Maurides - 6
Abel Camará - 4
Tiago Caeiro - 4
Miguel Rosa - 3
Dinis Almeida - 2
Fábio Sturgeon - 2
Gonçalo Silva - 2
João Diogo - 2
Juanto - 2
André Sousa - 1
Domingos Duarte - 1
Gerso - 1
Palhinha - 1
(auto-golos: 2)
 
 
FUTSAL
 
Jander - 28
Dura - 23
João Pires - 11
Fábio Armando - 8
Jota - 8
Tunha - 8
Liléu - 6
Bruninho - 4
Nabais - 4
Pinto - 4
David - 3
Carlos Paulo - 1
Cláudio - 1
João Marques - 1
(auto-golos - 1)
 
 
ANDEBOL
 
Gonçalo Ribeiro - 283
Carlos Siqueira - 155
Diogo Domingos - 124
Nuno Roque - 103
Gonçalo Valério - 89
Fábio Semedo - 75
Tiago Ferro - 75
Filipe Pinho - 71
João Raquel - 49
Nuno Pinto - 48
Ivo Santos - 42
Pedro Pinto - 37
Gabriel Cavalcanti - 14
Diogo Simão - 6
Fábio Diogo - 4
Pedro Bernardes - 4
João Francisco - 3
João Moniz - 1
 
 
FUTEBOL FEMININO
 
Catarina Carvalho - 4
Jennyfer Ramos - 3
Raquel Oliveira - 3
Catarina Dinis - 2
Inês Salvador - 2
Mariana Freitas - 2
Flávia dos Santos - 1
Madalena Fontes - 1
 
 


 
 
 

domingo, 4 de junho de 2017

GOLEADORES 2016/7 (actualizado em 3/6)

FUTEBOL
 
Maurides - 6
Abel Camará - 4
Tiago Caeiro - 4
Miguel Rosa - 3
Dinis Almeida - 2
Fábio Sturgeon - 2
Gonçalo Silva - 2
João Diogo - 2
Juanto - 2
André Sousa - 1
Domingos Duarte - 1
Gerso - 1
Palhinha - 1
(auto-golos: 2)
 
 
FUTSAL
 
Jander - 28
Dura - 23
João Pires - 11
Fábio Armando - 8
Jota - 8
Tunha - 8
Liléu - 6
Bruninho - 4
Nabais - 4
Pinto - 4
David - 3
Carlos Paulo - 1
Cláudio - 1
João Marques - 1
(auto-golos - 1)
 
 
ANDEBOL
 
Gonçalo Ribeiro - 256
Carlos Siqueira - 140
Diogo Domingos - 114
Nuno Roque - 91
Gonçalo Valério - 80
Tiago Ferro - 73
Fábio Semedo - 72
Filipe Pinho - 63
João Raquel - 46
Ivo Santos - 42
Nuno Pinto - 42
Pedro Pinto - 37
Gabriel Cavalcanti - 13
Diogo Simão - 6
Fábio Diogo - 4
Pedro Bernardes - 4
João Francisco - 2
João Moniz - 1
 
 
FUTEBOL FEMININO
 
Catarina Carvalho - 4
Jennyfer Ramos - 3
Raquel Oliveira - 3
Catarina Dinis - 2
Inês Salvador - 2
Mariana Freitas - 2
Flávia dos Santos - 1
Madalena Fontes - 1